0 0
0 0

24% OFF
Livro Medicina de Emergência HC USP 2022 - Velasco - Manole

Livro Medicina de Emergência HC USP 2022 - Velasco - Manole

SKU 9786555765960
ISBN 9786555765960|Edição 16ª|Ano 2022|Idioma Português|Autor Irineu Tadeu Velasco; Rodrigo Antonio Brandão Neto; Heraldo Possolo de Souza; Lucas Oliveira Marino; Julio Flávio Meirelles Marchini;Júlio César Garcia de Alencar|Editora: Manole|Páginas 1824|Encadernação Brochura|Disponibilidade Entrega Imediata para 01 unidade
R$ 398,00
R$ 300,99
12 x de R$ 31,77 com juros
ou R$291,96 à vista (com 3,00% de desconto no Boleto)
Quantidade
Consulte opções de parcelamento

1 x sem juros de R$300,99

2 x sem juros de R$150,49

3 x sem juros de R$100,33

4 x sem juros de R$75,24

5 x sem juros de R$60,19

6 x sem juros de R$50,16

7 x com juros de R$49,35

8 x com juros de R$44,04

9 x com juros de R$39,93

10 x com juros de R$36,65

11 x com juros de R$33,98

12 x com juros de R$31,77


Alguns livros estão sujeitos a disponibilidade nos fornecedores/editoras.

Loja Confiável


Frete GRÁTIS Sul e Sudeste nas compras acima de R$249,00 e frete REDUZIDO para todo o país!

Para concluir sua compra, basta clicar em COMPRAR e seguir os próximos passos!


Compartilhar no Whatsapp
O livro de Medicina mais vendido do Brasil
Você é estudante de medicina? Ou profissional da área? Ou apenas interessado no tema? Este livro é para você.

Os mais renomados professores do assunto. Dos mais conceituados profissionais. Do maior hospital de Emergências do Brasil e da mais renomada escola de medicina brasileira reunidos em um só lugar, o Livro Medicina de Emergência USP

Com este livro você vai ter acesso às melhores informações sobre o assunto, atualizadas e distribuídas por grandes nomes da Medicina de Emergência brasileira.

Compre agora mesmo seu exemplar!
Material indispensável para o pronto-socorro. Base de estudo para qualquer exame na área de Emergências. Sete capítulos novos.

POR QUE LER ESSE LIVRO?

♦ Atualizado de acordo com novos consensos e diretrizes.
♦ Descrição pormenorizada de procedimentos realizados no departamento de emergência.
♦ Capítulo sobre COVID-19 que inclui as informações mais importantes divulgadas no último ano.
♦ Algoritmos de diagnóstico, decisão clínica e manejo.
♦ Fluxogramas didáticos em praticamente todos os capítulos.

Introdução

O livro Medicina de Emergência Abordagem Prática USP é voltado para estudantes de medicina, enfermagem e demais profissionais de saúde. Nele, os autores apresentam uma visão prática da medicina de emergência, abordando temas como urgência e emergência, avaliação clínica, diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças.

O livro Medicina de Emergência Abordagem Prática USP é dividido em três partes. Na primeira parte, os autores apresentam um panorama da medicina de emergência no Brasil e no mundo. Na segunda parte, eles abordam temas como avaliação clínica, diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças. Na terceira parte, eles apresentam um estudo de caso.

A avaliação clínica é um processo complexo que envolve a análise de sintomas, histórico clínico e exames laboratoriais e de imagem. Os autores destacam a importância da avaliação clínica na identificação de doenças emergentes e na tomada de decisões terapêuticas.

O diagnóstico é um processo que utiliza diversos métodos para identificar a causa de uma doença. Os autores destacam a importância do diagnóstico na tomada de decisões terapêuticas.

O tratamento é o processo de cura de uma doença. Os autores destacam a importância do tratamento na prevenção de complicações e na restauração da saúde do paciente.

A prevenção é o processo de evitar a ocorrência de doenças. Os autores destacam a importância da prevenção na redução da morbimortalidade.

O livro Medicina de Emergência Abordagem Prática USP apresenta uma visão prática da medicina de emergência, abordando temas como urgência e emergência, avaliação clínica, diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças. Os autores destacam a importância da avaliação clínica na identificação de doenças emergentes e na tomada de decisões terapêuticas. Os autores também destacam a importância do diagnóstico na tomada de decisões terapêuticas. Os autores enfatizam a importância do tratamento na prevenção de complicações e na restauração da saúde do paciente. Os autores também enfatizam a importância da prevenção na redução da morbimortalidade.
Dedicatórias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXI 
Agradecimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXIII 
Apresentação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXV 
Prefácio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XXVII 
Consulta rápida . . . . . . . . . . . . . . . . . . C-1

Seção I – Abordagem inicial do paciente grave

1. O paciente grave na sala de emergência . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2

2. Via aérea . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14

3. Suporte básico de vida no adulto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38

4. Suporte avançado de vida . . . . . . . 52

5. Cuidados pós-parada cardiorrespiratória . . . . . . . . . . . . 70

6. Parada cardiorrespiratória na criança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82

7. Insuficiência respiratória aguda . . . 93

8. Ventilação mecânica na emergência . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109

9. Choque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126

10. Sepse . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 147

11. Coma e rebaixamento do nível de consciência . . . . . . . . . 159

12. Anafilaxia e outras alergias . . . . . . 180

13. Delirium . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 193

14. Sedação e analgesia em procedimentos . . . . . . . . . . . . . . . 201

15. Manejo da dor no departamento de emergência . . . . . . . . . . . 211

16. Manejo inicial do paciente idoso no departamento de emergência . . . . . 232

17. Agitação psicomotora . . . . . . . . . . 240

18. Risco de suicídio e transtornos do humor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 245

19. Comunicação no departamento de emergência . . . . . . . . . . 260

20. A telemedicina e a medicina de emergência . . . . . . . . . . . . 267

21. Febre e síndromes hipertérmicas no paciente adulto .. . . . . . . . 274

22. Hipotermia acidental . . . . . . . . . . . 286

23. Abordagem inicial do paciente com dispneia . . . . .. . . . . . . 299

24. Dor torácica . . . . . . . . . . . . . . . . . 307

25. Síncope . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 325

26. Náuseas e vômitos . . . . . . . . . . . . 339

27. Hemoptise . . . . . . . . . . . . . . . . . . 350

28. Diarreia aguda . . . . . . . . . . . . . . . . 360

29. Icterícia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 369

30. Dor abdominal . . . . . . . . . . . . . . . . 380

31. Cefaleia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 390

32. Ascite . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 401

33. Lombalgia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 411

Seção III – Emergências cardiovasculares

34. Síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do 

segmento ST . . . . . . . . . . . . . . . . . 426

35. Infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST . . . . . . . . . . . . . . . . . 438

36. Fibrilação atrial . . . . . . . . . . . . . . . 452

37. Taquiarritmias . . . . . . . . . . . . . . . 469

38. Bradicardias . . . . . . . . . . . . . . . . . 487

39. Insuficiência cardíaca aguda . . . . . 496

40. Emergências hipertensivas . . . . . . 513

41. Síndromes aórticas agudas . . . . . . 528

42. Pericardite aguda, derrame pericárdico e tamponamento cardíaco . . . . . . . 539

43. Miocardite aguda . . . . . . . . . . . . . . 559

44. Endocardite infecciosa . . . . . . . . . . 570

45. Trombose venosa profunda . . . . . . 586

46. Oclusão arterial aguda . . . . . . . . . . 597

47. Emergências em cardiopatias congênitas no adulto . . . . . 606

Seção IV – Emergências respiratórias

48. Asma . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 622

49. Doença pulmonar obstrutiva crônica 631

50. Pneumonia adquirida na comunidade (PAC) . . . . . . . . . . . . . 643

51. Pneumonites e pneumonias por aspiração e abscesso pulmonar . . . 662

52. Hemorragia alveolar . . . . . . . . . . . . 673

53. Derrame pleural . . . . . . . . . . . . . . 680

54. Tromboembolismo pulmonar . . . . . . 696

55. Pneumotórax não traumático . . . . . 719

Seção V – Emergências infecciosas

56. Infecções de vias aéreas superiores 728

57. Infecção pelo HIV e SIDA . . . . . . . . 742


58. Infecção pelo vírus Influenza . . . . . 762

59. Infecção pelo SARS-CoV-2 (COVID-19) . . . . . . . . . . . . . . . . . . 770

60. Infecção do trato urinário . . . . . . . . 805

61. Dengue . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 815

62. Leptospirose . . . . . . . . . . . . . . . . . 827

63. Tétano acidental . . . . . . . . . . . . . . 837

64. Chikungunya . . . . . . . . . . . . . . . . . 845

65. Zika vírus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 851

66. Febre amarela . . . . . . . . . . . . . . . . 856

67. Infecções cutâneas . . . . . . . . . . . . 869

68. Sarampo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 880

69. Ebola . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 890

Seção VI – Emergências neurológicas

70. Abordagem do paciente com acidente vascular cerebral 
isquêmico agudo . 898

71. Hemorragia subaracnóidea . . . . . . . 925

72. Hemorragias intracranianas parenquimatosas . . . . . . . . . . . . . 935

73. Infecções do sistema nervoso central . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 946

74. Paralisias flácidas agudas . . . . . . . 960

75. Abordagem da primeira crise epiléptica . . . . . . . . . . . . . . . 969

76. Abordagem ao estado de mal epiléptico . . . . . . . . . . . . . . . . 981

77. Síndromes vertiginosas agudas . . . 992

Seção VII – Emergências relacionadas ao trauma

78. Atendimento inicial ao politraumatizado . . . . . . . . . . . . 1002

79. Traumatismo cranioencefálico . . . . 1012

80. Trauma torácico . . . . . . . . . . . . . . . 1024

81. Trauma abdominal . . . . . . . . . . . . . 1034

82. Fratura exposta: abordagem na emergência . . . . . . . . . 1043

Seção VIII – Emergências hepáticas e gastrointestinais

83. Encefalopatia hepática . . . . . . . . . . 1052

84. Peritonite bacteriana espontânea . . 1062

85. Síndrome hepatorrenal . . . . . . . . . 1071

86. Hepatites graves e insuficiência hepática aguda . . 
1079

87. Hemorragia digestiva alta . . . . . . . 1091

88. Hemorragia digestiva baixa . . . . . . 1104

89. Doença diverticular aguda . . . . . . . 1113

90. Pancreatite aguda . . . . . . . . . . . . . 1122

Seção IX – Emergências nefrológicas e urológicas

91. Lesão renal aguda . . . . . . . . . . . . 1134

92. Rabdomiólise . . . . . . . . . . . . . . . . 1153

93. Distúrbios acidobásicos . . . . . . . . . 1161

94. Hiponatremia . . . . . . . . . . . . . . . . 1180

95. Hipernatremia . . . . . . . . . . . . . . . . 1192

96. Hipocalemia . . . . . . . . . . . . . . . . . 1199

97. Hipercalemia . . . . . . . . . . . . . . . . . 1209

98. Hipocalcemia . . . . . . . . . . . . . . . . 1220

99. Hipercalcemia . . . . . . . . . . . . . . . . 1230

100.Cólica nefrética . . . . . . . . . . . . . . 1242

Seção X – Emergências metabólicas

101.Hipoglicemia . . . . . . . . . . . . . . . . . 1252

102.Hiperglicemias . . . . . . . . . . . . . . . 1259

103.Crise tireotóxica . . . . . . . . . . . . . . 1270

104. Estado mixedematoso . . . . . . . . . . 1280

105. Insuficiência adrenal . . . . . . . . . . . 1287

Seção XI – Emergências hematológicas e oncológicas

106.Distúrbios da hemostasia no departamento de emergência . 1296

107. Anemia falciforme . . . . . . . . . . . . 1307

108.Neutropenia febril . . . . . . . . . . . . . 1318

109. Transfusão de hemocomponentes e reações transfusionais agudas . . . . 1335

110. Plaquetopenias . . . . . . . . . . . . . . . 1350

111. Emergências oncológicas . . . . . . . . 1361

Seção XII – Emergências reumatológicas

112. Monoartrite aguda . . . . . . . . . . . . . 1380

113. Emergências reumatológicas e vasculites sistêmicas . . . . 1392

Seção XIII – Causas externas

114. Manejo inicial das intoxicações exógenas . . . . . . . . . . . . 1404

115. Intoxicações por álcoois e drogas de abuso . . . . . . . . . . . 1419

116. Abordagem específica das intoxicações por fármacos . . . . . 1431

117. Intoxicações ambientais . . . . . . . . . 1458

118. Afogamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1489

119. Acidentes relacionados a animais peçonhentos . . . . .  
. 1498

120.Síndrome de abstinência alcoólica 1514

121. Lesões associadas a eletricidade . . 1524

122. Intoxicação por plantas . . . . . . . . . 1533

Seção XIV – Emergências dermatológicas

123.Dermatoses agudas . . . . . . . . . . . 1546

124. Farmacodermias . . . . . . . . . . . . . . 1554

Seção XV – Emergências oftalmológicas e otorrinolaringológicas

125. Emergências oftalmológicas . . . . . . 1566

126. Emergências otorrinolaringológicas . 1602

Seção XVI – Emergências ginecológicas e obstétricas

127. Emergências ginecológicas . . . . . . 1618

128. Emergências obstétricas . . . . . . . . 1632

Seção XVII – Cuidados paliativos no departamento de emergência

129.Cuidado paliativo na emergência . . . . . . . . . . . . . . . 1648

Seção XVIII – Ultrassonografia à beira do leito

130. Acesso venoso guiado por ultrassonografia . . . . . . . . . . . . 1664

131.Ultrassonografia de tórax . . . . . . . . 1674

132.Ultrassonografia cardíaca à beira do leito . . . . . . . . . . . . . . . 1684

Seção XIX – Procedimentos

133. Marca-passo e dispositivos implantáveis no departamento de 
emergência . . 1694

134. Acessos vasculares . . . . . . . . . . . . 1702

Índice remissivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1725
Irineu Tadeu Velasco: Professor Titular da Disciplina de Emergências Clínicas do Departamento de Clínica Médica do Pronto-Socorro do Instituto Central do HCFMUSP.

Rodrigo Antonio Brandão Neto: Médico Supervisor do Pronto-Socorro do HCFMUSP e do Programa de Residência de Medicina de Emergência do HCFMUSP.

Heraldo Possolo de Souza: Professor-Associado da Disciplina de Emergências Clínicas do Departamento de Clínica Médica da FMUSP. Médico da Divisão de Clínica Médica de Emergência do HCFMUSP.

Lucas Oliveira Marino: Médico Assistente e Diarista do Pronto-Socorro do HCFMUSP.

Julio Flávio Meirelles Marchini: Professor Colaborador do Departamento de Clínica Médica da FMUSP. Supervisor Suplente do Programa de Residência de Medicina de Emergência do HCFMUSP.

Júlio César Garcia de Alencar: Médico Assistente e Diarista do Pronto-Socorro do HCFMUSP.
CADASTRE SEU E-EMAIL E RECEBA NOTÍCIAS, LANÇAMENTOS E PROMOÇÕES

A Livraria Florence é uma loja especializada em livros técnicos e didáticos voltados à área de saúde.

Aqui, profissionais e estudantes de medicina encontram os principais títulos necessários para estudos mais aprofundados e consultas diárias.

Na seção de livros de medicina, os alunos que estão se preparando para a profissão encontram as obras mais recomendadas por professores e instituições renomadas do mundo todo, como o popular Blackbook Clínica Médica. Para os médicos que já atuam no dia-a-dia do atendimento clínico, dispomos de guias fundamentais para o cotidiano, como o Tratado de Fisiologia Guyton. Há ainda um vasto estoque para áreas específicas, desde clínica médica até a neurologia, passando por outras áreas, como psicologia e a sessão de livros de nutrição.

Para quem procura livros de enfermagem, a Florence dispõe dos melhores volumes do mercado quanto a qualidade de conteúdo, como o Tratado de Enfermagem Médico Cirúrgica. Especialistas e alunos que estejam procurando títulos de outras áreas, como livros de odontologia e livros de veterinária, também tem espaço por aqui. Venha conferir!

Entregamos em todo o Brasil via transportadora. Entrega rápida nos Estados do ParanáSão Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Distrito Federal e outros!

Produtos que você já viu

Você ainda não visualizou nenhum produto

Termos Buscados

Você ainda não realizou nenhuma busca